Coleção Bora ser feliz já está disponível na loja virtual

Brindes que ajudam a costurar sorrisos e a transformar vidas.

A nova coleção de brindes do Instituto Porto Seguro está imperdível e cheia de novidades. Chamada de “Bora ser Feliz”, suas peças já estão disponíveis na loja virtual da Porto, com 23 itens que esbanjam cor e estilo, e são ótimas opções para presentes, brindes corporativos e também para uso pessoal.

Daniela Rabacallo, da área de Sustentabilidade (arquivo).

Daniela Rabacallo, da área de Sustentabilidade, conta que a coleção incorpora novos hábitos e necessidades trazidos pela pandemia, com kits criativos como o de jardinagem, com uma linda bolsa acompanhada de sementes e pá, e o gourmet, que conta com avental, aparador de panela e sacochila. “Pensamos em quem cultivou plantas em casa ou se dedicou à culinária nos últimos tempos”, conta. 

A coleção foi criada em conjunto com a empresa Design Possível. “Entrevistamos as áreas que mais compram brindes e as sugestões foram de peças que se adequassem a esse novo momento”, conta. Para o retorno ao trabalho de forma híbrida, foi desenvolvida uma pasta tipo case para notebook, além de uma linha de lancheiras e ecobags. 

O objetivo da campanha é destacar a alegria de quem compra, ganha os produtos e de quem produz
Daniela Rabacallo

Costurando sonhos e transformando vidas

Em seis anos de existência, a Escola de Costura Industrial do Instituto Porto Seguro proporcionou a geração de renda para 60 costureiras, ultrapassando o faturamento de R$ 1.500.000. Fundada em 2015, seu objetivo era entrar no mercado têxtil por ser um ramo que oferece muitas oportunidades de trabalho. “Os focos do Instituto sempre foram a empregabilidade e a geração de renda”, coloca Daniela.

Mas apenas a formação básica não seria suficiente para alcançar este objetivo, pois o mercado cobra agilidade e prática. “Pensamos, então, num segundo módulo. O primeiro, de costura industrial, é certificado pelo Senai in company. Terminado o curso, as quinze alunas que mais se destacam são convidadas a participar da incubadora de costura”.

Para sediar as duas etapas da formação e suprir todas as necessidades da Escola de Costura Industrial, a Porto cedeu o casarão localizado na esquina da Avenida Nothmann com a Alameda Guaianases (próximo aos edifícios da Matriz, em São Paulo). Totalmente remodelado, o espaço tem o subsolo dedicado às máquinas utilizadas durante o primeiro módulo de formação. Na parte de cima, foi montada uma verdadeira linha de produção, com máquinas industriais que realizam serviços complexos, simulando a realidade do mercado, além de um show room com amostras dos produtos que compõem a nova coleção de brindes.

A Escola oferece um olhar sistêmico para que as costureiras saiam de lá empreendedoras, sabendo tocar seus negócios
Daniela Rabacallo

Formando empreendedoras 

A vivência na incubadora leva oito meses. A cada quatro, um grupo se forma e dá lugar ao próximo. Assim, as novas alunas têm contato com quem está mais adiantada. Nessa troca, elas aprendem a trabalhar em grupos produtivos, ganham agilidade e conhecem máquinas especiais. Além das aulas de costura, recebem noções de empreendedorismo, matemática, atendimento, precificação, técnicas de venda e negociação. 

Gerar renda nessa etapa é fundamental para que as incubadas – algumas em situação de vulnerabilidade – consigam se manter. Para isso, existe a garantia de que a Porto compre mensalmente uma quantidade de uniformes feitos na Escola de Costura. 

Outro diferencial é o combinado de guardar 10% do faturamento mensal num fundo de reserva. Com essa poupança, as alunas formadas compram suas máquinas e podem trabalhar, individualmente ou em grupo, tendo a Porto como cliente. “Quando a Escola tem sua capacidade produtiva ultrapassada, nós dividimos essa produção com as alunas que já se formaram, que costumamos chamar de desencubadas”, explica Daniela. Cerca de 200 pessoas já se formaram na Escola de Costura Industrial. 

Produtos que transformam vidas e costuram sonhos! 

A coleção “Bora Ser Feliz!”, confeccionada pelas alunas do Instituto Porto Seguro, está disponível no nosso e-commerce desde 4 de outubro.  Acesse a loja virtual, compartilhe essa matéria e venha fazer parte deste projeto que estimula a geração de renda das empreendedoras. Seja um porto seguro com a gente!

Um porto seguro durante a pandemia

A Escola Empreendedora não parou durante a pandemia de Covid-19. “Não pudemos abrir novas turmas, mas conseguimos manter as alunas, a maioria do grupo de risco, em produção nas suas casas. Entregamos as peças cortadas para que elas produzissem as máscaras, fizemos de tudo para não deixá-las na mão. E deu certo!”.

Comentários

{{comment.parent.comment_author}}
{{comment.parent.comment_date}}
{{comment.parent.comment_content}}
Comentar
{{children.comment_author}}
{{children.comment_date}}
{{children.comment_content}}
Comentar
Ver mais comentários

Matérias anteriores

Confira o que tem de bom rolando na Porto de 29 de novembro a 3 de dezembro!
Confira o que tem de bom rolando na Porto de 22 a 26 de novembro!
Confira o que tem de bom rolando na Porto de 15 a 19 de novembro!